FORMAÇÃO TRANSFORMA – PRESCRIÇÃO CULTURAL

14 de Setembro, 2023

Volvidos 3 meses sobre a conferência internacional Cultura, Comunidade e Saúde: as artes e a criatividade na construção de comunidades saudáveis, a CIMAC irá agora continuar a sua oferta junto dos agentes culturais e de todos os interessados em continuar a construir conhecimento em torno da área que cruza a promoção da saúde mental e as práticas culturais.

Assim irão realizar-se, entre 22 de setembro e 11 de novembro, cinco sessões de formação para Agentes Culturais e outros interessados com o objetivo de capacitar os formandos para atuar no âmbito do projeto de Prescrição Cultural.

Dinamizado por oradores experientes, este plano de formação realiza-se em regime híbrido e aborda as práticas artísticas contemporâneas de inclusão e envolvimento social; as características fenomenológicas e sociais da relação entre arte, criatividade e saúde; e a construção política, sociológica, antropológica e médica dos conceitos de saúde e de doença mental.

Espera-se, com este plano de formação, contribuir para o aumento do número de agentes culturais cientes da sua capacidade de operar, no seio das instituições culturais, na área interdisciplinar entre as práticas artísticas contemporâneas e a urgência das respostas sociais, culturais e comunitárias, gerando um aumento qualitativo e quantitativo na oferta de ações acessíveis a públicos diversos.

A Prescrição Cultural é um modelo que tem sido desenvolvido em vários países europeus, em particular no Reino Unido e na região da Escandinávia. Em Portugal, a Prescrição Cultural do Alentejo Central é um projeto piloto, assente numa metodologia experimental desenhada à medida do contexto dos centros de saúde, e da oferta cultural, de 8 municípios: Alandroal, Arraiolos, Borba, Évora, Estremoz, Montemor-O-Novo, Portel e Redondo.

O projeto piloto da Prescrição Cultural do Alentejo Central é desenvolvido, no âmbito do Programa Transforma da CIMAC – Comunidade Intermunicipal do Alentejo Central, dinamizado e coordenado pela Associação Pó de Vir a Ser – Departamento de Escultura em Pedra – Centro Cultural de Évora.

 

PROGRAMA
Horário: 14:00-18:00
Duração de cada módulo: 4h
Duração total da formação: 24h

Módulo 1
22 DE SETEMBRO | SEXTA-FEIRA
Prescrição cultural: manual e ferramentas. A colaboração: estratégia da plano de formação.
Com Mariana Mata Passos e Patrícia Deus Claudino

Módulo 2
30 DE SETEMBRO* | SÁBADO
O sofrimento psíquico e a questão social.
Com Tiago Pires Marques

Módulo 3
7 DE OUTUBRO* | SÁBADO
Humanizar e adjetivar a loucura na história da arte.
Com Stefanie Gil Franco

Módulo 4
20 DE OUTUBRO* | SEXTA-FEIRA
O impacto das Artes na Saúde e no Bem-Estar.
Com Alexandra Burton (oradora sujeita a substituição por elemento da mesma equipa de investigação)**

Módulo 5
4 DE NOVEMBRO | SÁBADO
Partilha de experiências: pensar o futuro, juntos.
Com Raquel Pedro (laboratório prático) e várias intervenções por inscrição.

Módulo 6
11 DE NOVEMBRO* | SÁBADO
De exemplos do contexto internacional à especificidade do contexto local.
Com Teresa Reis (oradora sujeita a substituição por elemento da mesma área de investigação)

* Os módulos 2, 3, 4 e 6 permitem a modalidade de participação híbrida (online ou presencial). Recomendamos a participação presencial.

** Os módulos 2 e 6 são parcialmente realizados em inglês com tradução, moderação e mediação em português.

Formação gratuita mas sujeita a inscrição. Inscrições aqui.

PARTIS & ART FOR CHANGE (CANDIDATURAS ABERTAS ATÉ 12/09)

A Fundação Calouste Gulbenkian e a Fundação “la Caixa” lançam a terceira edição da iniciativa “PARTIS & Art for Change” que distingue projetos de transformação social pela prática artística (artes visuais, performativas ou audiovisuais), através do apoio a...