CANDIDATURAS ABERTAS ATÉ 30 DE JULHO PARA O PRÉMIO ARTE E AMBIENTE 2024 – ARLES, FRANÇA

2 de Julho, 2024

Decorre até 30 de julho de 2024 o prazo de candidaturas à edição de 2024 do Prémio Arte & Ambiente [Prix Art & Environnement 2024].

O Prémio Arte & Ambiente está aberto a artistas de todas as nacionalidades, independentemente da prática artística utilizada, não havendo limitações de idade nem exigência de habilitações académicas.

O vencedor beneficiará de um programa de apoio de seis a oito semanas a decorrer no início de 2025, sendo-lhe oferecido um espaço de produção e alojamento no coração de Arles, em França.

Este “espaço-tempo” destina-se à realização do seu projeto artístico.  Será destacado um membro da equipa de Lee Ufan Arles para apoiar o projeto artístico, proporcionando reuniões com artistas, profissionais do mundo das artes, curadores e diversos agentes internacionais e locais.

A residência será seguida de uma exposição de verão do trabalho do artista premiado num dos espaços Lee Ufan Arles.

Na consideração dos projetos, será dada particular atenção a projetos capazes de propor uma nova visão da relação com a modernidade, bem como a trabalhos que evidenciem uma relação forte com a natureza, o ambiente e os materiais. Será ainda objeto de consideração a sinceridade, relevância e originalidade do projeto, bem como a sua coerência com as questões e temas veiculados pelo Prémio.

O júri do Prémio, presidido por Lee Ufan, é composto pelos membros convidados Laurent Le Bon, Presidente do Centro Pompidou, Wim Wenders, realizador, e Djabril Boukhenaïssi, vencedor do Prémio Arte e Meio Ambiente 2023.

_____________

Em 2023, a Maison Guerlain e o artista Lee Ufan, radicado em Arles, uniram forças para criar o Prémio Arte e Ambiente, premiando todos os anos o trabalho de um artista sobre o tema.

O artista Djabril Boukhenaïssi, com a sua obra “À obscuros”, foi o primeiro vencedor do Prémio Arte & Ambiente (2023). Os seus trabalhos estarão expostos, de 1 de julho a 1 de setembro de 2024, no espaço MA Lee Ufan Arles, no âmbito dos Encontros de Fotografia de Arles.‍

Lee Ufan, artista e crítico de arte, nasceu na Coreia do Sul em 1936. Vive e trabalha em Paris, Nova York e Japão. É o artista teórico do movimento de vanguarda ‘Mono-há’ (“a escola das coisas”), movimento artístico japonês que se desenvolveu paralelamente aos movimentos minimalistas e radicais sendo, com frequência, considerado muito próximo do ‘Arte Povera’ na Europa.

Mais informações e candidaturas em: https://en.leeufan-arles.org/evenements/art-environment-prize

Fotografia: Relatum, 2004/2021 – Dissonance”, 2022 © Lee Ufan/Adagp/Kamel Mennour

Ver artigo original

PARTIS & ART FOR CHANGE (CANDIDATURAS ABERTAS ATÉ 12/09)

A Fundação Calouste Gulbenkian e a Fundação “la Caixa” lançam a terceira edição da iniciativa “PARTIS & Art for Change” que distingue projetos de transformação social pela prática artística (artes visuais, performativas ou audiovisuais), através do apoio a...